Banho no Frio

Olá!

Como já comentei em um post anterior, tem feito bastante frio aqui em Belo Horizonte, pelo menos para os nossos padrões! Não me lembro de ver pessoas vestidas com casacões e gorros durante o dia. Esse clima pode ser bom para estar bem alinhado, curtir um vinho, comer um fondue… Mas a hora do banho é aquela novela. Tem que ter coragem!

Recebi um e-mail do site Alzheimer 360 com algumas dicas para ajudar a nós, os cuidadores, na difícil tarefa de convencer o portador desta doença a se limpar. A maioria delas eu coloco em prática, como o estabelecimento de uma rotina, o aviso antes do banho, a espera para que a pessoa se acalme e decida colaborar.

No entanto, existem momentos que nada, nada mesmo, resolve o problema. Aí é hora de usar o lencinho umedecido para o famoso “banho de gato”. Dá para aguentar até dois dias assim, mais que isso, é complicado. Nessas situações, a minha estratégia tem sido massagear a cabeça da mamãe com o óleo de Brahmi, que ativa a circulação neurológica. Dessa forma, a ideia é que ela não irá limpar o corpo, mas o óleo dos cabelos. Isso tem dado certo.

Ah, é importante hidratar bem a pele depois disso, porque é certo que a água estará mais quente do que o usual.

Com carinho,

Julia

juliabello-theindependent

fonte da imagem: the independent

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s