Emoções Espontâneas

Olá!

Em um vídeo ao qual assisti no site Alzheimer 360, aprendi que as emoções são espontâneas e não temos como prever como nos sentiremos em determinadas situações. No entanto, todas as emoções podem ser benéficas, dependendo da forma com que lidamos com elas.

Evitar, negar ou mesmo achar que a sua emoção é maior do que a do outro, seriam atitudes negativas. No entanto, se aprendermos a identificar e analisar a emoção para compreender as suas razões, teremos a oportunidade de aceitar as nossas virtudes e “defeitos”.

A minha mãe está passando por um tratamento paliativo, ou seja, que busca melhorar a sua qualidade de vida enquanto portadora do Alzheimer. E com ele, ela tem despertado para diversas sensações que variam desde a melhoria do seu olfato até a expressão de suas emoções e vontades.

Para mim não tem sido fácil lidar com tamanha oscilação de humor, perdi a paciência em alguns momentos e tive que ser mais impositiva em outros. Usei a aromaterapia para acalmar. Senti também raiva, que hoje percebo como um tipo de injustiça, pois esforço-me tanto para que ela fique bem que é difícil aceitar que ela pode não entender ou valorizar isso. Que dificuldade é viver sem criar expectativas!

Não me sinto culpada em ter deixado um pouco de lado as sessões guiadas de Reiki, por entender que talvez seja a hora de mudar. Já elaboro novas abordagens. É importante estar sensível às mudanças que as situações pedem, e, antes de tudo, focar na solução e não no problema.

Hoje não fizemos o Reiki, mas ela rezou, sozinha, o pai nosso. Que coisa bonita ela associar o momento do despertar do corpo, ao despertar da alma.

Com carinho,

Julia

JuliaBello-altoastral

fonte da imagem: site alto astral

Anúncios

4 comentários sobre “Emoções Espontâneas

  1. zenith oliveira magalhaes disse:

    Que lindo ,Julia !
    A sua maneira de expressar o que vc.está vivendo com sua mãe , é de uma suavidade encantadora .
    Conseguir dar essa leveza a uma situação tão
    dificil é a verdadeira expressão do amor.

    Curtir

  2. Carla Carneiro disse:

    Minha mãe está com um déficit de memória, e estou tentando me preparar para acolher da melhor maneira possível essa nova realidade. Gosto de ver seus relatos, muito me inspira e acalma meu coração. Continue sempre!!!!!

    Curtir

  3. juliabello disse:

    Obrigado Carla!
    Fico muito feliz de ver que estou conseguindo te acalmar e inspirar. Não vamos lidar com esse tipo de situação focando no negativo. Apesar dele existir, claro, temos tantos aspectos positivos também! Nunca estive tão próxima da minha mãe e isso é muito bom.
    Com carinho,
    Julia

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s